Blog


Nelore Natural adere a protocolo de rastreabilidade da CNA

16/11/2015 Fonte: Portal DBO - Mônica Costa

Medida aumenta a transparência na produção e comercialização de produtos com o selo

 

A  assinatura do acordo de adesão do Nelore Natural, programa de Qualidade desenvolvido há 15 anos pela Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) ao Sistema de Gestão de Protocolos gerenciado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) nesta quinta feira, 12, visa o aumento da transparência na produção da carne bovina com o selo Nelore Natural e maior informação e segurança aos consumidores.

Para João Martins, presidente da CNA, que esteve na sede da ACNB, em São Paulo, para a assinatura do acordo, a Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA), base onde todos os dados serão inseridos, é um instrumento que, além da transparência das informações, garante a segurança alimentar. “Queremos ir além do título de maior exportador de carne bovina, vamos buscar o reconhecimento como maiores exportadores de carne bovina de qualidade”, afirmou.

A adesão estabelece regras e procedimentos para garantir rotulagem e identificação dos cortes de carne bovina originados de animais da raça Nelore, para comercialização no mercado interno e externo.

O Programa de Qualidade Nelore Natural conta com 500 associados que respondem pela produção mensal média de 100 toneladas de cortes com o selo Nelore Natural no Brasil. O volume representa 10% da carne retirada das carcaças abatidas dentro do programa. Os demais cortes são direcionados a restaurantes e churrascarias .

De acordo com André Locatelli, gerente executivo da ACNB, a assinatura do acordo obedece a uma força legal. “Mas acreditamos e apoiamos a iniciativa porque entendemos que é uma oportunidade para mostrar a qualidade do Nelore e enfatizar a raça como produtora de carne de qualidade”, afirmou. Pedro Novis, presidente da ACNB, por sua vez, considera a iniciativa uma garantia adicional para se alcançar a padronização na produção de bovinos de corte de qualidade, não apenas do Nelore, mas das demais raças. “Como principal raça bovina devemos estar na vanguarda e ficamos felizes ao constatar que órgãos ligados ao governo estejam preocupados e atuantes”,